Kunzita

Possui uma adorável cor rósea violeta advinda de traços de manganês. Foi descoberta em uma mina perto de São Diego, Califórnia e batizada com o nome do notável gemólogo G. F. Kunz, quem primeiro descreveu a pedra em 1902. A pedra ainda hoje pode ser encontrada nos Estados Unidos, como também em Madagascar, Afeganistão e Brasil.
Embora seja nova no mundo das gemas ela já adquiriu história e tradição. Acredita-se que aqueles que a usam são abençoados com belo destino. Sua cor suave remete à pureza e inocência e sua presença é considerada como um símbolo de fertilidade e o começo de uma vida nova.

Kunzita