Opala

A origem do nome Opala é a palavra sânscrita “upala” que significa pedra preciosa. A opala contém sempre um pouco de água em sua composição química, numa proporção que oscila de 3 a 20% a depender to tipo.
Pode ser encontrada nas cores branca, cinzenta, azul, verde, alaranjada e negra, sendo esta última muito rara.
Uma aura de mistério e fascínio envolve a opala. O jogo de cores que emerge do seu interior confere-lhe uma aparência que desde a Antiguidade intriga e confunde o homem. Lendas árabes acreditam que as Opalas caíram dos céus em flashes de luz. Os gregos acreditavam que os donos de Opalas adquiriam o dom da profecia e os protegiam de doenças. Europeus há muito a consideram como símbolo de esperança, pureza e verdade. Os maiores produtores mundiais são Brasil, Austrália e México.

Opala